Posts tagged ‘1.ª Companhia de Cabeceiras’

1.ª Companhia de Cabeceiras atinge 100% do seu objectivo

É com enorme satisfação que chegamos ao nosso objectivo. Toda a Companhia tem a sensação de dever cumprido. Conseguimos isto, graças ao empenho de todas as guias e dos seus pais. Todos os fins-de-semana havia um pretexto para vender biscoitos, ou era as festas organizadas pela Câmara Municipal, ou as missas, ou os locais de venda dos ramos que já não tinha biscoitos, havia sempre alguma coisa. E foi assim que conseguimos vender a quantia de biscoitos a que nos propusemos.

As dirigentes da 1ªCompanhia de Cabeceiras de Basto

Mas a Companhia não fica por aqui. A 1.ª Companhia de Cabeceiras vai colaborar com outras Companhias da Região de Braga que estão um pouco mais atrasadas no seu objectivo. Muito Bem!

Anúncios

15 de Fevereiro de 2010 at 16:38 Deixe um comentário

Uma reunião diferente

Todas nós sabemos que a nossa função no projecto Ter Mãos Grandes é simples. Basta pormos mãos à obra, ou melhor, saber todos os ingredientes necessários e que constam na receita, misturá-los, dar diferentes formas à massa, levá-las ao forno e teremos, então, os desejados biscoitos. Todas as guias aventura sabem que todos os dias são bons dias para fazer biscoitos. Por isso, decidimos proporcionar-lhes uma reunião diferente. Uma reunião onde seriam elas próprias, todas juntas, a confeccionar os biscoitos que iriam vender no dia seguinte. Assim, fomos para a pastelaria “Doces da Avó” que nos emprestou as suas instalações para preparar os biscoitos. A nossa receita era muito simples, bastava 1kg de farinha, 400g de açúcar, 4 ovos e manteiga e também chocolate em pó. Com todos os ingredientes à mão, colocamos mãos à obra, todas as aventuras estavam entusiasmadas, todas queriam mexer, deitar os ovos ou a farinha, amassar. Quando a massa estava quase pronta, nós com a nossa pouca experiência, achamos que estava muito grossa e decidimos colocar leite o que não foi nada boa ideia, a massa estava a ficar fina de mais e tivemos de colocar mais farinha senão não haveria biscoitos, mas sim bolos. Depois deste pequeno imprevisto estar resolvido, só nos faltava dar largas à nossa imaginação e dar forma à massa.

Quando vimos a primeira fornada pronta ficamos muito contentes pois estavam com óptimo aspecto e só dava vontade de comer.

Estivemos lá cerca de três horas e o resultado final alegrou-nos. Biscoitos deliciosos. Aqueles que desde Novembro vendemos empenhadas em vários sítios aqui em Cabeceiras.

Dirigentes Ramo Aventura da 1ªCompanhia de Cabeceiras de Basto

Cátia e Gininha

25 de Janeiro de 2010 at 13:03 Deixe um comentário

“O lançamento do projecto na nossa Companhia”

Quando decidimos lançar o projecto para as guias e avezinhas da nossa companhia, tivemos mil e uma ideias, mas a que nos pareceu mais interessante foi a apresentação deste em PowerPoint e de seguida juntar as nossas guias por ramos com uma mão desenhada numa cartolina para estas escreverem as suas ideias para o projecto, tais como locais de venda, parecerias, como iriam ser confeccionados os biscoitos e actividades para divulgação do projecto.

Quando no sábado as reunimos e apresentamos o projecto, elas ficaram logo todas empolgadas e com muitas ideias que transpuseram para cartolinas que lhe demos, muitas ideias saíram daquelas cabeças, umas mais fáceis de cumprir do que outras, mas o que importou foi a motivação com que elas ficaram quando ouviram falar no projecto.

As Avezinhas queriam fazer um cartaz para divulgar o projecto e vender os biscoitos nos locais de trabalho dos pais. As Aventuras queriam vender na escola e juntarem-se em casa umas das outras todas as semanas para confeccionarem os biscoitos. As caravelas pensaram na venda dos biscoitos em lojas e cafés e para arranjar os ingredientes pensaram em escrever uma carta ao presidente da junta para arranjar a verba para a compra dos mesmos. As moinhos tiveram a ideia de organizar um espectáculo para a recolha de fundos.

No final, nós as dirigentes tivemos uma reunião de pais onde lhes pedimos também que nos dessem as suas ideias, eram todas muito parecidas com as das filhas, achamos que estes saíram tão entusiasmados como as guias da reunião. Esse entusiasmo tem-se mantido até hoje.

As dirigentes da 1ªCompanhia de Cabeceiras de Basto

20 de Janeiro de 2010 at 12:58 Deixe um comentário

Venha Ter Mãos Grandes para Ajudar

Todas nós sabemos que para a confecção dos biscoitos para o projecto “Ter Mãos Grandes” são precisos ingredientes e estes custam dinheiro. Então para isso decidimos organizar um espectáculo no dia 28 de Dezembro, onde seriam cobradas as entradas e esse dinheiro reverteria para a compra dos ingredientes.

E assim foi, depois de escreverem os teatros, fazerem os cenários, o guarda-roupa e muitos ensaios chegou o grande dia. Às 21:30, o Auditório Municipal lá se foi enchendo de gente, e mais gente e mais gente…que não havia lugares para todos.

As primeiras a aparecerem no palco foram as avezinhas, que tinham preparado um teatro com o nome “O Natal dos animais”, havia de tudo desde do cão ao leão, de seguida apresentaram um dança, nesta as avezinhas estavam muito certinhas!

As Aventuras entraram em acção logo a seguir às avezinhas com uma peça de teatro escrita por elas a que deram o nome de “O Natal no século XXI”, elas estavam muito nervosas, mas correu tudo muito bem.

De seguida, apareceram as caravelas, estas escreveram um musical a que deram o nome de “Cinderela no século XXI”, elas estavam muito empolgadas e correu tudo bem.

No final, as moinhos apresentaram o projecto à comunidade através de um vídeo que elas realizaram. Depois as guias e avezinhas subiram todas ao palco e cantaram o hino do projecto.

No final, estavam todas muito contentes e ainda mais motivadas.

As dirigentes da 1ªCompanhia de Cabeceiras de Basto

18 de Janeiro de 2010 at 12:55 2 comentários

Companhias de Cabeceiras e Joane sobem objectivo

Tendo em conta o sucesso do Projecto nas suas Companhias, a 1.ª Companhia de Cabeceiras de Basto e a 1.ª Companhia de Joane elevaram o seu objectivo de angariação de fundos no âmbito do Projecto Ter Mãos Grandes.

Deste modo, a monitorização de 03 de Janeiro, é a seguinte:

Nogueira: 29,2%

Prado: 91,6%

Celeirós: 40%

Cabeceiras: 66,6%

Famalicão: 64%

Balugães: 29,7%

7.ª Companhia: 59,9%

Travassós: 54,4%

Sta. Leocádia: 54,7%

Pedome: 55%

Adaúfe: 70,4%

Apúlia: 40%

Bairro: 41,2%

Fontarcada: 24%

Joane: 53,8%

Riba d’Ave: 34%

Note-se que o objectivo de cada Companhia é diferente entre si.

15 de Janeiro de 2010 at 9:37 Deixe um comentário

1.ª Companhia de Cabeceiras de Basto no Jornal Ecos de Basto

A Associação Guias de Portugal (AGP), em parceria com a Fundação Evangelização e Cultura (FEC) está a desenvolver um projecto denominado “Ter Mãos Grandes”, com a duração de 6 meses. Esta é uma iniciativa nacional de Serviço ao Próximo, com o objectivo de sensibilizar as avezinhas/guias para uma consciência do outro, a nível “planetário”/global.
Este projecto, tem como objectivo principal a recolha de fundos para a construção de uma padaria comunitária na vila de Laclubar em Timor-Leste, reabilitar um internato em Nambuangongo, Angola e revitalizar uma biblioteca em HI Funda, Moçambique.
Com estas iniciativas a AGP pretende contribuir para os Objectivos de Desenvolvimento do Milénio identificado pela ONU: a “erradicação da pobreza e da fome”, “atingir a educação primária universal”, “promover a igualdade de género” e “desenvolver parcerias globais para o desenvolvimento”.
Para contribuir para este projecto, basta comprar um saco de biscoitos caseiros, que custa 1€. Cada saca de biscoitos tem uma etiqueta com o símbolo do projecto, estes estão à venda em lojas e cafés de Refojos, serão também vendidos em todas as freguesias do concelho no final das eucaristias de Domingo.
Ajude-nos a deixar o mundo um pouco melhor do que encontramos, como disse Baden-Powell.

In www.ecosdebasto.com

17 de Dezembro de 2009 at 13:30 Deixe um comentário

1.ª Companhia de Cabeceiras

A 1.ª Companhia de Cabeceiras de basto, através da apresentação do power-point regional, explicaram muito bem e com cuidado para as Guias entenderem o objectivo do projecto, quem iriam ajudar e como iriam ajudar. De seguida, dividiram a Companhia por ramos e cada ramo tinha que escrever numa mão: os locais de venda, parcerias, actividades para divulgação e como seriam confeccionados os biscoitos. Tiveram  também reunião de pais e lançaram o projecto. Neste mesmo dia fizeram recrutamento  numa freguesia próxima e decidiram em reunião de pais ir vender para essa mesma freguesia os biscoitos… Levaram 25 sacos de biscoitos e venderam tudo.

20 de Novembro de 2009 at 17:04 2 comentários


Projecto Ter Mãos Grandes

Projecto Ter Mãos Grandes

Categorias

Dias para Confeccionar Bolachas

Junho 2018
S T Q Q S S D
« Abr    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  

Feeds

Armário

Recebe as novidades por email

Recebe já as novidades deste site por email

Estas são as pessoas que já nos acompanham:

Indique o seu endereço de email para subscrever este blog e receber notificações de novos posts por email.

Junte-se a 4 outros seguidores